Multimidia Luv Life

Meu diário Multimídia

FENÔMENOS CONTEMPORÂNEOS DA COMUNICAÇÃO (Multimídia)

em 2 de abril de 2010


Finalmente, a bela Isabella pode descança em paz! Após dois anos de dor e sofrimento para a família, os verdadeiros culpados foram parar atrás das grades. Agora, por quanto tempo, isso só o tempo(dinheiro) pode revelar. O engraçado nisso tudo (humor negro) é a forma como os réus se comportaram, CARAMBA! Em nenhum momento entraram em contradição, mostrando terem sido muito bem preparados pelo velho Nardoni. Um verdadeiro teatrinho que fez com que o país ficasse apreensivo e parado. Destaque para o promotor Francisco Cembranelli, que demonstrou ser firme, justo, e porque não dizer CORAJOSO, ao lidar com gente rica e poderosa. Bem, ainda não posso dizer que a justiça foi feita, pois tenho minhas dúvidas de quanto tempo tudo isso vai durar, quanto tempo esses dois vão pagar pelo que fizeram. Alguma hora, eu juro que desejo uma confissão. Está na hora de deixar a máscara cair e deixar à mostra a verdadeira face, tá certo que trata-se de dois psicopátas, mas não tem coisa pior e indigna do que a falta de liberdade. Vamos ver se realmente eles vão ficar na cadeia por esses 31 anos, negatividades à parte, acredito que realmente não vão ficar, pois todo mundo sabe que no nosso Brasil só existem leis para quem não tem grana. Imagina se fosse uma lisa como eu… (riso contido!)

O que acontece, é que uma criancinha inocente pagou com a vida pelas loucuras de pessoas desequilibradas, e esses dois, que não podemos chamar de seres humanos, vão ficar na jaula por um tempo. Vai ser um tempo de reflexões diversas, e vão pensar na m*rda que fizeram, na família que destruíram e concerteza, o arrependimento vai doer na consciência. Eu não queria estar na pele deles! A eles, desejo somente a compaixão de Deus, mas desejo também que se forem mesmo ficar os 31 anos de sentença, que tenham uma ótima saúde pra poderem pagar o que fizeram.

Vamos ao que interessa! Me empolguei e relacionei o caso com a Escola de Frankfurt; Escola de Mcluhan e a Teoria Funcionalista

Marshall Mcluhan, teórico dos meios de comunicação foi o precursor dos estudos sobre mídias. Mcluhan estudava as interferências dos media nas sensações humanas, o conceito de “meios de comunicaçao como extensões do homem” este título deu nome a uma de suas maiores obras.

O pensamento sociológico europeu teve como seus principais teóricos Umberto Eco, Edgar Morin, Jean Baudrillard, Roland Barthes, estes tinham como foco de estudo A mensagem na comunicação e seu conteúdo. Utilizaram-se do método estruturalismo. Na busca de explicar o funcionamento da sociedade como um sistema complexo de relações funcionais resultantes da colaboração conjunta de todos os seus membros a Teoria Funcionalista através de seus principais teóricos Lasswell, Lazarsfeld, Merton e Talcott e tiveram como objeto de estudo A mensagem dos meios de comunicação de massa.

Observamos que, a partir dos estudos desses teóricos podemos associar como fenômeno contemporâneo como o caso Isabella: O caso Isabella Nardoni refere-se à morte da menina brasileira Isabela de Oliveira Nardoni, de cinco anos de idade, que foi jogada do apartamento de seu pai, localizado no sexto andar do edifício London, no distrito da Vila Guilherme, em São Paulo, na noite do dia 29 de março de 2008. O caso gerou grande repercussão nacional, e em função das evidências deixadas no local do crime, Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, são respectivamente pai e madrasta da criança, atualmente foram considerados culpados pela morte da criança. O pai de Isabella, foi sentenciado a 31 anos, um mês e 10 dias. Jatobá, a 26 anos e 8 meses de prisão. Réus primários de ação penal e respondem por homicídio doloso triplamente qualificado. Neste trágico episódio, atentamos para o poder de persuasão da mídia em geral, pois ela faz com que a população fique conectada boa parte de seu tempo e na ocorrência de histórias como a de Isabela e pela proximidade com que a mídia se encontra do povo, causando indignação com isso, eles sentem-se como se fossem íntimas da família, sofrendo e se emocionando com os fatos.

Ei! Psiu! Não vai embora antes de comentar, tá?! Quero saber o que tu pensas a respeito. Concordas ou não?


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: