Multimidia Luv Life

Meu diário Multimídia

TEMPESTADE EM COPO D’ÁGUA OU ALERTA MÁXIMO?

Hoje, no dia do jornalista, resolvi escrever sobre as “pulseiras do sexo”, um tema que a mídia e a sociedade tem dado extrema atenção e também, porque não dizer que estão fazendo novela em cima desse papo. Resolvi aproveitar a oportunidade e colocar o que eu penso, já que, pelo menos o universo da internet é democrático. Polêmicas à parte, devemos dar a devida atenção aos casos de estupro cometidos por desequilibrados de caráter sexual que usam de modismos para justificar seus atos criminosos. Ressalto que jamais devemos proibir o uso das tais pulseiras, devemos apenas ter o cuidado ao tratar dessas questões com o jovens, observando que nos dias de hoje, eles nos dão aula em assuntos sexuais, denunciando que não são tão inocentes quanto pensamos.

Vamos ao post!!

Ultimamente muito tem sido falado a respeito das pulseiras coloridas de silicone, agora promovidas como “pulseiras do sexo”, geralmente popularizadas entre adolescentes e que estão gerando a maior polêmica na sociedade desde que começaram a ser veiculadas na mídia de uma possível associação destas às mensagens de caráter sexual.

De acordo com o que se tem noticiado, ao usar uma pulseira, por exemplo, da cor preta, o jovem determina através de um jogo os limites que deseja ir à intimidade ou mesmo na atividade sexual, que de acordo com a cor preta, quem quebra conseguir quebrar a pulseira preta terá sexo com a menina na posição papai-mamãe.

Código das cores:

  • Amarela – um simples abraço;
  • Rosa – mostrar os seios;
  • Laranja – dentadinha de amor;
  • Roxa – beijo com a língua – talvez sexo;
  • Vermelha – dança erótica a curta distância;
  • Verde – sexo oral a ser praticado pelo rapaz;
  • Branca – a menina escolhe o que quiser;
  • Azul – menina faz sexo oral;
  • Dourada – fazer todos citados acima ou sexo oral simultâneo
  • Preta – sexo com a menina na posição papai-mamãe.
  • Listrada– sexo na posição “frango assado”;
  • Grená – Sexo anal sem lubrificante;
  • Transparente – sexo com parentes consanguíneos;
  • Marrom – sexo escatológico (“brown shower”)

Existem também outras cores para outras atividades menos vulgares, mas como não sei o significado de todas, fiquemos com as principais.

O engraçado e no mínimo ignorante ser julgado por parte dos outros por usar as pulseirinhas coloridas e fazer parte desse jogo imbecil. Acredita-se que essas bijus apenas mais uma forma divertida que os adolescentes utilizaram para amenizar a loucura dos hormônios que pegam fogo e que enlouquecem jovens na faixa etária de 12 e 15 anos. A proibição e a novela que se tem feito em cima dessa história das pulseiras já que em muitos estados brasileiros essa brincadeira não era existia, o que colaborou com o aparecimento da mesma, que não vai dar em nada, pois amanhã ou depois irão inventar outros códigos para extravazarem as suas imoralidades e perversidades, pois a criatividade dos adolescentes é infinita.

Nesse jogo, nota-se que não se trata de nenhum tipo de violência, mas de uma brincadeira que quem se propõe a fazê-la faz por que quer, a aceitação parte de ambas as partes, o que influencia muitos adultos a pensar que seus “bebês” são induzidos a praticarem os atos sexuais, mas observa-se também que para muitos, as pulseiras são tidas como adereços.

Não sou a favor e nem contra do uso destas pulseiras, mas sinceramente, penso que como sempre, pedófilos, tarados e pervertidos anônimos, farão dessas inofensivas bijuterias as desculpas para cometerem atrocidades contra menores ou mesmo adultos que se negarem ao seu capricho. Deve-se desvincular o significado das pulseiras, mostrar o seu lado positivo, que é embelezar os pulsos e não deve ser combatida, ao contrário dos criminosos que a usam como excusa.Nada justifica violência desse porte. É fato que sempre haverá modismos e brincadeiras que incitem sexo, pois os nossos jovens não estão nem aí para as consequências dos seus atos, principalmente se não houver investimento em diálogo, a não seguir modismos e conscientizá-los de que devem se impor e saber dizer não e que devemos respeitar o outro e por último, mas não menos importante, deve-se investir na relação pai-filho, para gerar a confiança mútua.

CURIOSIDADES DA INTERNET A RESPEITO DO CASO DAS PULSEIRAS:

Existem em várias redes sociais, comunidades de jovens que se juntam e promovem o jogo das pulseiras coloridas. A caso queiram conferir, abaixo, temos diversos links relacionados à esta brincadeira de mau gosto.

2 comentários »