Multimidia Luv Life

Meu diário Multimídia

TEMPESTADE EM COPO D’ÁGUA OU ALERTA MÁXIMO?

em 7 de abril de 2010

Hoje, no dia do jornalista, resolvi escrever sobre as “pulseiras do sexo”, um tema que a mídia e a sociedade tem dado extrema atenção e também, porque não dizer que estão fazendo novela em cima desse papo. Resolvi aproveitar a oportunidade e colocar o que eu penso, já que, pelo menos o universo da internet é democrático. Polêmicas à parte, devemos dar a devida atenção aos casos de estupro cometidos por desequilibrados de caráter sexual que usam de modismos para justificar seus atos criminosos. Ressalto que jamais devemos proibir o uso das tais pulseiras, devemos apenas ter o cuidado ao tratar dessas questões com o jovens, observando que nos dias de hoje, eles nos dão aula em assuntos sexuais, denunciando que não são tão inocentes quanto pensamos.

Vamos ao post!!

Ultimamente muito tem sido falado a respeito das pulseiras coloridas de silicone, agora promovidas como “pulseiras do sexo”, geralmente popularizadas entre adolescentes e que estão gerando a maior polêmica na sociedade desde que começaram a ser veiculadas na mídia de uma possível associação destas às mensagens de caráter sexual.

De acordo com o que se tem noticiado, ao usar uma pulseira, por exemplo, da cor preta, o jovem determina através de um jogo os limites que deseja ir à intimidade ou mesmo na atividade sexual, que de acordo com a cor preta, quem quebra conseguir quebrar a pulseira preta terá sexo com a menina na posição papai-mamãe.

Código das cores:

  • Amarela – um simples abraço;
  • Rosa – mostrar os seios;
  • Laranja – dentadinha de amor;
  • Roxa – beijo com a língua – talvez sexo;
  • Vermelha – dança erótica a curta distância;
  • Verde – sexo oral a ser praticado pelo rapaz;
  • Branca – a menina escolhe o que quiser;
  • Azul – menina faz sexo oral;
  • Dourada – fazer todos citados acima ou sexo oral simultâneo
  • Preta – sexo com a menina na posição papai-mamãe.
  • Listrada– sexo na posição “frango assado”;
  • Grená – Sexo anal sem lubrificante;
  • Transparente – sexo com parentes consanguíneos;
  • Marrom – sexo escatológico (“brown shower”)

Existem também outras cores para outras atividades menos vulgares, mas como não sei o significado de todas, fiquemos com as principais.

O engraçado e no mínimo ignorante ser julgado por parte dos outros por usar as pulseirinhas coloridas e fazer parte desse jogo imbecil. Acredita-se que essas bijus apenas mais uma forma divertida que os adolescentes utilizaram para amenizar a loucura dos hormônios que pegam fogo e que enlouquecem jovens na faixa etária de 12 e 15 anos. A proibição e a novela que se tem feito em cima dessa história das pulseiras já que em muitos estados brasileiros essa brincadeira não era existia, o que colaborou com o aparecimento da mesma, que não vai dar em nada, pois amanhã ou depois irão inventar outros códigos para extravazarem as suas imoralidades e perversidades, pois a criatividade dos adolescentes é infinita.

Nesse jogo, nota-se que não se trata de nenhum tipo de violência, mas de uma brincadeira que quem se propõe a fazê-la faz por que quer, a aceitação parte de ambas as partes, o que influencia muitos adultos a pensar que seus “bebês” são induzidos a praticarem os atos sexuais, mas observa-se também que para muitos, as pulseiras são tidas como adereços.

Não sou a favor e nem contra do uso destas pulseiras, mas sinceramente, penso que como sempre, pedófilos, tarados e pervertidos anônimos, farão dessas inofensivas bijuterias as desculpas para cometerem atrocidades contra menores ou mesmo adultos que se negarem ao seu capricho. Deve-se desvincular o significado das pulseiras, mostrar o seu lado positivo, que é embelezar os pulsos e não deve ser combatida, ao contrário dos criminosos que a usam como excusa.Nada justifica violência desse porte. É fato que sempre haverá modismos e brincadeiras que incitem sexo, pois os nossos jovens não estão nem aí para as consequências dos seus atos, principalmente se não houver investimento em diálogo, a não seguir modismos e conscientizá-los de que devem se impor e saber dizer não e que devemos respeitar o outro e por último, mas não menos importante, deve-se investir na relação pai-filho, para gerar a confiança mútua.

CURIOSIDADES DA INTERNET A RESPEITO DO CASO DAS PULSEIRAS:

Existem em várias redes sociais, comunidades de jovens que se juntam e promovem o jogo das pulseiras coloridas. A caso queiram conferir, abaixo, temos diversos links relacionados à esta brincadeira de mau gosto.

Anúncios

2 respostas para “TEMPESTADE EM COPO D’ÁGUA OU ALERTA MÁXIMO?

  1. Leonardo disse:

    Bom, a questão das pulseiras, cada um tem a sua opinião, eu acho que é mais uma falta de diálogo entre pais e filhos, ninguém é obrigado a usar, se está usando é pq aceita fazer parte da brincadeira. Como foi dito, adolescentes não medem as consequências dos seus atos, mas os pais estão aí pra isso. Hoje são pulseiras, amanhã será corrente, outro dia anel, combater? Nunca irá acontecer, jovens precisam extravasar seus desejos e não precisam de pulseiras pra isso, muitas meninas de 12, 13 anos não sabem da existência das mesmas e já são mães.

  2. alan disse:

    ai que tensooo HAHAHAHHAHAHHAHAHHA
    sempre usei essas pulseiras
    O.O medo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: