Multimidia Luv Life

Meu diário Multimídia

O Constante estado de ir a lugar nenhum

em 17 de abril de 2010

Sabe aqueles dias que você se sente estranho, se sente como se tivesse numa realidade diferente ou você sente como se tivesse perdido alguma coisa, mas não sabe o quê? Não sei como explicar bem essa sensação, só sei que é algo parecido com dejavù e  nostalgia do paraíso juntas. Daí, eu começo a refletir sobre a vida e sobre o que quero seguir, o que eu quero… Aí começam a sair loucuras como essas. Um pouco dessa minha isnpiração veio do poema da minha diva Alicia Keys, o “The Constant State Of Going Nowhere” do livro: Tears for Water Espero que curtam, pois isso é um pouco de mim.

“O ESTADO CONSTANTE DE IR A LUGAR NENHUM

As luzes queimadas
As velas esmaecem lá em baixo
Aqui estou eu.
E lá vai…
Como as luzes da rua estão passando
E a escuridão está desaparecendo
Aqui estou eu
E lá vai…
É o estado constante de ir a lugar nenhum.
Dirigido por essa estrada solitária,
Aqui estou eu,
E lá vai…
Os postes estão passando
A vida não é mais.
O estado constante de ir a lugar nenhum.

Ei, psiu!!

Se gostou comenta. Se não gostou comenta também, só não vale avacalhar, tá?!


2 respostas para “O Constante estado de ir a lugar nenhum

  1. Jacque disse:

    A letra da música é bonita e faz sentido para quem ainda não sabe aonde quer chegar… não é verdade? hehehehehe

    Xerim

  2. Mag disse:

    Wow, adoreeeei o seu post… parabéns pelas palavras sábias! Alicia Keys arrebenta em suas poesias tambem. LUV

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: