Multimidia Luv Life

Meu diário Multimídia

FELIZ ANO NOVO E OBRIGADA POR TUDO!!!

Olá queridos, todos bem?

Dei um tempinho no blog por conta de um descanso de 10 dias mais que merecido após um semestre beeeem cheio na faculdade e outras cositas que resolvi me dedicar de agosto pra cá. O ano já está no finzinho, mas hoje aproveito a oportunidade para agradecer por todo apoio que tive nesse ano maravilhoso que foi 2010. Agradeço a todos que acreditaram em mim, a todos que acessaram este blog e fizeram seus comentários, muitos destes acrescentaram bastante nos posts e também em minha vida. Agradeço também ao Eterno Pai, por me proporcionar a graça de conhecer pessoas maravilhosas, amigos que vão ser eternizados de agora em diante. 2010 foi um ano espetacular, em especial por ter superados muitos obstáculos na vida e ter conseguido vitórias que venho me esforçado há anos e justamente nesse ano, eu havia deixado de acreditar, deixado de confiar em mim e mesmo nos meus sonhos. É, eu consegui!! Tô muito feliz com tudo que conquistei, coisas materiais(com muiiito esforço), mas principalmente os amigos que agora fazem de mim uma pessoa mais feliz em tê-los no meu meio. Ainda falta muita coisa a ser mudada e a ser conquistada, mas até lá, são outros 500 e quem sabe, outros 1000. Espero que esse Ano Novo seja mil vezes melhor para todos nós e regado a todos os sentimentos maravilhosos, saúde, paz, sonhos, feicidades, união e principalmente mais amor, coisa que o mundo precisa mais e mais e nunca é demais desejar isso, né? Então meus queridos, nos vemos em 2011 com muitos outros posts e se Deus quiser, uma nova roupagem nessa casa! FELIZ ANO NOVO A TODOS!!

Com carinho e sinceridade,

@Myla_Multimidia

1 Comentário »

Multimídia & Produção Textual: Crônica – Há certos dias

Esses dias ando praticando diversas modalidades de textos. Resolvi variar e sair um pouco de tudo que já tinha experimentado. Espero que gostem. AH, sim, o texto a seguir, tá meio fora dos padrões propositalmente. Faz parte do contexto do meu objetivo com esse texto, então não se assustem com os ‘errinhos’, pois faz parte da coisa toda. rsrsrs

Há certos dias…

Não quer aperto, fuja dos ônibus de Belém do Pará.

No caso de extrema necessidade em épocas de vacas magras se não tiver como evitar, coloque a frescura no bolso, erga a cabeça e finja que está tudo beleza, tudo legal, tudo muito bacana.

Entrei no ônibus do Guamá, numa manhã de clima super agradável. Fazia 37ºC às sete horas da manhã. Eu estava estressada, o ônibus estava tão cheio que não tinha mais domínio sobre o meu corpo. Tanto esfrega, esfrega, empurrões, e apertos que, as vezes, o simples fato de respirar era complicado e arriscado de se fazer, pois se alguém, por acaso me interpretasse mal, eu tinha grandes chances de levar, no mínimo um grande soco na cara, ou mesmo uma cotovelada na costela.

A cada curva do ônibus era a hora de o motorista demonstrar a quantas anda o seu ótimo humor matinal. Eu me sentia como se estivesse dentro de uma lata de sardinha, e o pior, sem chance de encontrar um abridor de latas! A situação era realmente crítica. Quando eu penso que a situação não poderia ficar pior, me chega um moçoilo de características suspeitas, com as ditas mechas loiras no topete, trajando uma blusa que imitava o símbolo da Nike, uma bermuda florida, um boné branco encardido e colar de corrente, mais parecido com correntes de bicicleta. Bandido não tem cara, mas toda vez que a gente vê um camarada desses, bate logo a neura, principalmente se tu já experimentastes a sensação de, como os malacos costumam dizer “perdeu, mano”. Então, eu que não tinha como fazer nada naquele momento, pois estava exposta ali naquela situação, sem poder me defender e temendo perder os meus R$5 do ônibus e da merenda na faculdade. Foi aí que tive a brilhante ideia de me contorcer e colocar os cinco contos dentro do meu tênis, e depois pude relaxar um pouco, se é que se pode relaxar estando na filial do inferno. Me faltavam palavras pra expressar o quanto aquela situação estava me incomodando e aquela confusão me deixava atordoada. A essas alturas, eu que tinha saído linda, toda maquiada e perfumada, estava super suada, com um doce e agradável odor digno, de trabalhadora braçal. Na minha cabeça começava a rodar o filme, era a crise de coitadice, comecei a me sentir humilhada, envergonhada, suja, inclusive tendo pensamentos maldosos com relação a rapazes bem talhados que estavam próximos a mim. Meus pobres pezinhos estavam a ponto de suplicar , POR FAVOR, ME TIRE DESSE INFERNO, ME AMPUTE!

Em um certo momento, entre pensamentos ruins e maldosos, me vieram na mente diversas reflexões e questionamentos, alguns idiotas mesmo e outros nem tanto. Ao mesmo tempo em que me perguntava qual o sentido de uma pessoa se banhar do odor genérico do Channel Nº5 àquela hora da manhã, eu ficava imaginando como seria a vida daquelas pessoas que estavam ali junto a mim, unidos entre corpos, e cores, uns arrumados, uns não tão arrumados e criticamente os que não são acostumados a fazer as devidas higienes corporais. Já eram quase oito da matina e nada de chegar na faculdade, estava sentindo que depois de passar por um verdadeiro corredor russo, ainda iria levar um esporro de responsa da super agradável Professora de Latim e, por consequência, eu perderia os três pontos que me faltariam para passar com conceito regular.

Há coisas que não se pode fugir em um dia de ônibus lotado, calor e atraso: Os vendedores ambulantes dos coletivos, que vem com aquele velho papinho que você provavelmente sabe de cor, “Eu poderia estar roubando, matando, mas estou aqui lhe oferecendo cinco balinhas pelo valor de R$0,10 cada”, e comprando cinco balinhas por R$0,50 você ganha a possibilidade de ser acometido pelas temidas cáries e leva inteiramente de grátis um efusivo desejo de que você TENHA UM ÓTIMO DIA. Caso você não compre, se benza, pois eles rogam até praga.

Finalmente, o ônibus parece chegar até a Avenida Almirante Barroso, são exatamente 8h05 e você quer se convencer de que nesse mesmo dia, você passará apenas dez minutos diante de um engarrafamento no sentido da José Malcher,. Me iludi completamente e me enganei.

Depois de muito barulho e motoristas estressados, conseguimos passar da Yamada Plaza e eu já respirava aliviada, afinal, aquilo tudo estava prestes a acabar. Tudo começava a melhorar, o trânsito fluía bem, muito bem por sinal. Eu só pensava em desembarcar e tentar esquecer tudo.

Até que chega a minha hora de dar adeus àquele tormento, chegava o fim da minha odisséia, rumo à faculdade. Creio que nunca desci de um ônibus com tanta felicidade e satifação, um sorriso invadiu o meu rosto, não tive como evíta-lo mesmo na presença da queridíssima magister de Latim.

No fim do dia, voltando pra casa, desta vez, não podia conter a felicidade de experimentar o oposto do que vivi de manhã. Fui sentada e tive a grande sorte de desta vez pegar um ônibus semi-vazio.

Chegando em casa, comecei a relembrar a experiência de logo cedo e me veio na mente os rostos de algumas pessoas que muito maltrataram meus pes, pisoteando-os. Confesso, que alcei planos de vingança, mas esses desejos logo caíram por terra, certo que era um misto de sentimentos que ia do ódio mortal e pena, mas logo mudei de posição quando fui tomada por lembranças dos rostos daqueles bravos guerreiros que levantam cedo para ganhar a vida e hoje, digo que esta experiência acrescentou muito na minha vida e me tocou profundamente, pois pude dar valor a coisas simples da vida e essenciais na vida, como coca-colas beeem geladas e ar condicionado!

4 comentários »

Multimídia & Eventos: IESAM lança curso Tecnólogo em Produção Audiovisual

Meus queridos, é com prazer que venho compartilhar com todos uma notícia que me deixou muito feliz: O novo curso do Iesam. Sabemos que profissionais da área do audiovisual são muito valorizados e é um mercado em constante crescimento em nosso estado e país. O Iesam inova mais uma vez em lançar esse tipo de curso tendo em vista as necessidades do mercado e toda essa relação com a sustentabilidade, coisa que faz parte da identidade da Instuição que está há mais de dez anos construindo sonhos e colaborando com o desenvolvimento do Pará através da educação. Eu tenho toda a habilidade de falar sobre isso, pois faço parte destas construções, o meu próprio sonho está sendo realizado a partir das ferramentas do Instituto de Estudos da Amazônia. Conscientização, qualidade e preocupação com o desenvolvimento sustentável são elementos essenciais que o Iesam compartilha com a sociedade e foi pensando nisso que foi pensada o lançamento de um curso tecnólogo desta natureza.

Com a duração de dois anos, o curso contará com certificação de ensino superior. Tem como objetivo a formação de profissionais empreendedores e com conhecimentos para desenvolverem suas aptidões para que possam desempenhar qualquer tipo de trabalho ou projeto, indo além de questões meramente técnicas ou tecnológicas, o que irá colaborar para com a formação de um profissional que terá tudo para se destacar entre os demais , já que terá em suas mãos os conhecimentos variados dentro da área e poderá atuar tanto na produção, quanto na execução e direção de televisão.

Através do curso prático e teórico serão desenvolvidas atividades nas áreas que vão do roteiro à edição digital através da utilização de softwares, assim oportunizando a realidade das mídias digitais. O aluno terá muitas chances imperdíveis, entre elas a oportunidade de estar habilitado para o mercado de trabalho, estará integrado com as novidades tecnológicas e estará por dentro de tudo o que rola no universo do audiovisual.

Habilidades e atividades profissionais do Tecnólogo em Produção Audiovisual

Dominar todas as etapas de uma produção televisiva, que vai da pré a pós-produção. Desta maneira, na função de produtor estará esse profissional capacitado para fazer o levantamento e definição do local de filmagem, fazer programas gravados tanto em estúdios como em locações externas, até providenciar os equipamentos e recursos necessários a finalização do trabalho;

.  Elaborar todas as etapas de formatação do projeto de um trabalho audiovisual: da apresentação ao planejamento orçamentário;
·   Produzir e elaborar roteiros para os mais variados gêneros de produções audiovisuais;

·   Editar imagens e sons a partir de programas (softwares) destinados a edição digital para vídeo.

No próximo dia 15 de dezembro, as 19h00, o IESAM fará o lançamento do curso de Tec. em Produção Audiovisual no laboratório de Audivisual

Site: http://www.iesam.com.br

Endereço: Av. Governador José Malcher, 1148, Nazaré – Belém Pará.

Para mais informações: 40055412/ 5417/ 5418.

2 comentários »

Multimidia & Redes Sociais: Facebook – Agora com mais maneiras de mostrar e contar sua história

Com o intuito de popularizar entre os usuários das outras redes, o facebook nos apresenta as modificações que fez no perfil do usuário.

Agora temos um pequeno resumo sobre quem somos, nossas atividades, o que fazemos e também nossas fotos aparecem como se estivessem em um slide, seguindo o estilo do Flickr e algumas outras mudanças que houveram recentemente.

Uma das novidades agora gira entorno dos nossos projetos, trabalhos, estudos, o que nos dedicamos e o que fazemos quando estamos navegando na internet. Há também um espaço dedicado aos nossos interesses e este agora os permite que encontremos pessoas que possuem perfis parecidos, facilitando a interação com pessoas que não estão em nossa lista e também tem algo em comum conosco. É justamente um espaço para compartilhar experiências de forma panorâmica, assim como propõe a propaganda de lançamento.

Dessa vez, podemos destacar grupos diversos, como familiares, amigos mais próximos e companheiros de atividades.

De acordo com uma pesquisa rápida que fiz na minha página do Twitter, a maioria das pessoas não curtiu as mudanças do Facebook por considerar que está mais parecido com um curriculum. Já as pessoas que informaram que já estão usando o novo perfil, afirmaram que gostaram da novidade, pois adoraram a oportunidade de conectar-se com pessoas de acordo com os interesses e também curtiram as novas conexões que agora integram eventos que gostariam de ir, grupos com espaço para publicações de textos, fotos e vídeos.

Se você já faz parte do Facebook e quer saber mais detalhes sobre as mudanças, acesse facebook.com/about/profile

e para ativar basta apenas você selecionar o botãozinho verde localizado do lado esquerdo da tela, onde está escrito GET NEW PROFILE, mas se desejar ainda tem a opção de fazer um tour pelo nosso desenho do perfil caso você não queira atualizá-lo.


Deixe um comentário »

Multimídia & Neurociência: A Química da Paixão

Olá queridos leitores!! Andei um pouco sumida deste blog por conta dos milhares de trabalhos e provas. Fim de semestre é sempre uma loucura e eu fiquei sem tempo para publicações. Estou cheia de trabalhos prontos para serem publicados por aqui. Desta vez, resolvi treinar a partir de uma pesquisa que eu fiz sobre o processo químico [louco] que nossa mente e por consequência, nosso corpo sofre quando estamos apaixonados. Confesso que aprendi muito com esta pesquisa, passei a refletir sobre várias questões e principalmente comecei a entender mais o universo dos apaixonados para que eu não os critique mais, pois trata-se de alterações significativas em toda a estrutura psíquica, emocional e biológica. O corpo humano é cheio de processos químicos, mas talvez seja este o mais intrigante ao meu ver, pois essas alterações são drásticas a ponto de causar diversas atitudes e comportamentos estranhos em nós, inclusive fiquei de certa forma preocupada com o que aprendi, já que por trás da paixão obsessiva existem doenças graves de caráter psiquiátrico, tais como psicoses. Como tudo na vida tem que haver uma limitação, com a paixão não é diferente. Abordarei o lado ‘tenso’ da paixão, mas nem por isso é pra deixar de se apaixonar viu?! Paixão é boa, promove bem estar, felicidade desde que haja cuidado com os limites. Caso não gostem do que está escrito aqui, o espaço está aberto a críticas desde que haja respeito, beleza? P.S.: Se gostou comenta e se não gostou comenta também!

O PROCESSO QUÍMICO DA PAIXÃO

Segundo a neurociência, quando nos apaixonamos, nosso corpo e principalmente nosso cérebro passa por processos químicos que provocam as mais diversas sensações, inclusive alterações em nosso comportamento. São os chamados efeitos neuroquímicos que nos fazem agir de forma louca, como se estivéssemos sob efeito de drogas, tais como dopamina, oxitocina, vasopressina e feniletilamina.   Não se sabe quando e nem onde pode acontecer, numa praça, na escola, na igreja, numa festa. Não interessa. É só os olhos se tocarem que o processo começa a acontecer. Eles se olham, como se pudessem se comunicar pelo olhar, daí vem a ansiedade. As mãos começam a suar, a boca se enche de saliva. Em casa, deitado na cama, o pensamento não para, vem a insônia, falta de apetite e a vontade de não fazer nada toma conta, falta de concentração, o rendimento cai. Parece sintoma de doença. O coração fica acelerado,as mãos tremem, a face fica ruborizada e vem uma euforia desenfreada. Eita! O primeiro encontro! Os lábios ressecam e ficam em chamas, o peito fica em desespero. Depois do primeiro beijo, hum… os seios incham e o pênis aumenta de tamanho. O mundo lá fora não representa mais nada, pensamentos confusos e o corpo parece não dar conta de se sustentar. Mas além disso, não é só de bem estar que a paixão se caracteriza. A paixão atrai a fantasia e consequentemente atrai a desorientação visual, perda de memória, depressão – o choro vem quase que a todo instante, não se sabe o porque e nem pra quê; desespero em estar com a pessoa amada, preocupação excessiva, 30 ligações em menos de um dia; obsessão, se for fã de futebol esquece o dia do jogo; se for fã de shopping, abandona as compras; frio constante, borboletas no estômago, dores estomacais que simulam crises de gastrite; sensação de onipotência, alucinações, vaidade extrema, torna-se sedutor para com o outro; perde o senso crítico, a individualidade, identidade e o poder do raciocínio. Só os apaixonados, ou aqueles que já se apaixonaram um dia irão saber o que é esta sensação de bem estar, de instabilidade emocional, calmante e libertadora. Felizes são aqueles que se permitem amar, ser feliz e ser amado.

Sobre a Química da Paixão, é interessante ler também:

2 comentários »