Multimidia Luv Life

Meu diário Multimídia

Multinews: Escândalo em concurso da Prefeitura Municipal de Belém – Pa

em 4 de abril de 2012

Prefeitura de Belém abre concurso p/ cargo de Bacharel em Relações Públicas, mas exige diploma de Jornalismo.

Estava cá, na maciota ouvindo o som delicioso de Daniel Santacruz y Alejandra  quando me deparo com uma das coisas mais absurdas que já vi na vida.

Adoro clichês: Uma imagem vale mais que mil palavras!

CLIQUE NA IMAGEM PARA VISUALIZAR MAIOR

Meus caros, eis que a digníssima prefeitura de Belém(Mangópolis, cidade das mangueiras, como queiram) , através do Centro de Extensão, Treinamento e Aperfeiçoamento – CETAP conseguem abrir um concurso de tamanho absurdo como este?

Eu, apenas uma simples estudante do 2º ano de Relações Públicas pelo IESAM fiquei mais do que estarrecida, aborrecida, fiquei envergonhada pela ainda não regulamentação do piso salarial da profissão. Em todo caso, qualquer empregador, está amparado pela lei a pagar o que quiser a um profissional que estudou por 4 anos, muitos desses sofridos, sem as mínimas condições, mas se formou. Digo isso por experiência própria, sustentada pela mãe e ainda nem saí da universidade e sou um problema social, pois ate vagas de estágio são difíceis nesse eixo Norte/Nordeste e se eu for parar pra pensar nas dificuldades de ser uma acadêmica de RP já dá vontade de desistir, mas não faço, pois é a única certeza que tenho na vida: Vou ser uma grande RP e vou driblar toda e qualquer adversidade que atrapalhar meu caminho, porque é esse o foco da minha VIDA!

Um diploma para quem passa por tudo isso, não significa apenas um pedaço de papel ou uma auto-afimação, mas sim um símbolo de uma conquista e isso deve ser valorizado, minha gente!

Como uma situação dessas, só sinto reafirmar dentro de mim o que todo dia acordo e respiro: Relações Públicas.

Mas até aí tudo bem, pera… não!! Jornalista trabalhar como RP não seria exercício ilegal da profissão?? Como levantou minha amiga Fabiana Fernandes

Querem um graduado em Relações Públicas que tenha diploma de Bacharel em Jornalismo??

Sinceramente, não sei se choro ou se rio de vergonha de ver mais uma vez a minha cidade amada exposta nas redes por um #EPICFAIL desses. Oh, my gosh! Pare o mundo que eu quero descer!

Só eu sei das dificuldades que tenho pra levar esse objetivo a frente. Morar no interior a uma distância de 70km de ida e volta a noite, sendo que mães, essas maravilhas do cosmos, sabem fazer milagres com a renda e o que não fazem por nós não é??

É imensamente triste ver o descaso e a desvalorização nesse caso, não apenas das Relações Públicas  , mas com o Jornalista também que muitas vezes arrisca a vida para levar informação a você, te informa se vai chover, se vai ter greve, aparece frente a VERDADEIRAS SITUAÇÕES DE RISCO. Será que isso tudo vale a pena??

Estamos bem na fita né, nosso querido CONSELHO?? A verdade é que não somos sozinhos, não os abandonamos, mas queremos ver mais ações de vocês não apenas nesses casos de escândalos, pelo amor!!

Este é um post de desabafo, de uma futura RP que pretende lutar pela classe e mobilizar o mercado inexistente paraense. Mas pra isso, queridos colegas  Rps  paraenses, temos que nos unir, não apenas colocar a culpa em um ou em outro, mas observar também o que estamos fazendo pela valorização ou pela nossa própria profissão??

Tá certo que é meio carinho pra tirar o registro de primeira, principalmente pra quem sai da faculdade e não deu a sorte de arrumar um “trampo” que dê pra pagar o completo e muito menos a carteira. Temos a consciência que o nosso digníssimo conselho vive da gente e existe pela gente, mas que tal ficarmos junto e misturados nessa mudança??

Já foste em alguma reunião do teu conselho? Sabes ao menos quem é o delegado da tua região??

Em conversa com um amigo também comunicólogo, ele me alertou quando eu estava no primeiro semestre de  RP e me informou que não tinha piso salarial e que se meu empregador quisesse pagar o valor que desse na telha, poderia. Eu não sei se fiquei triste ou frustrada, mas tarde estagiei num local e recebia por mês(alguns atrasados) meros R$200 o que daria apenas para custear as minhas passagens intermunicipais(dura a vida de quem mora no interiorrr e estuda na capitá).

E digo mais sobre essa organização de concursos que a mesma já “trollou” concurseiros, ao deixar em aberto a data e o local do concurso. Pode, Arnaldo??

É revoltante, uma afronta! Como diria a  Pagam R$600 e poucos e migalhas aos estagiários, isso quando aparece vaga né. Isso sim foi um tapa na nossa cara, como dizia a campanha do sim [sic]

Agora é hora de nos unirmos, não só à Delegacia Conrerp Pará, mas as de todos os Estados para que possam todos cumprir as nossas obrigações, com algumas mudanças, sem ressentimentos, sem briga de egos e principalmente fiscalizar nós mesmos pra que esse tipo de “bandalheira” não ocorra mais. Sinceramente, eu não pensei viver pra ver isso… :(

Ficamos aqui no aguardo dos próximos capítulos dessa peleja entre CETAP e Conrerp PA 6ª Região afim de buscar uma forma de corrigir o edital(precisamos de dignididade) e dar espaço à sociedade, aos colegas, membros ou interessados nas RelaçõesPúblicas.

Sem dúvida, o EPIC FAIL DO ANO! PMB! Ainda bem que tá indo tarde! haha


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: