Multimidia Luv Life

Meu diário Multimídia

Lançamento: Pub ON Soluções Inteligentes em Comunicação digital

Os avanços tecnológicos não apenas representam a rapidez com que circulam as informações através dos mais diversos meios, mas sobretudo segue uma tendência, onde tudo e todo investimento deve se dar através de inovação e ideias revolucionárias.

Muitas empresas de comunicação surgem a cada dia, cada uma oferece seu serviço com sua personalidade e objetivos próprios, de acordo com o que ela tem como valores e padrões, o que faz de cada agência, pequena empresa, startup ou o que seja, são únicos e possuem seu diferencial. Isso é ótimo pra gente que contrata os serviços, pois aumentam as nossas opções entre as diversas e ótimas agências da região norte, mas especificamente no Estado do Pará.

Nesta semana podemos acompanhar diversos buzzes nas redes sociais sobre uma nova agência de comunicação digital belenense, e muitos devem ter se perguntado sobre o que faz e qual os serviços e diferenciais da empresa.

Pub ON Soluções inteligentes em comunicação digital: este é o nome da mais nova agência virtual de comunicação do Brasil. Trabalham com desenvolvimento de sites, revistas digitais, editoração de e-books, identidade visual de marca, reposicionamento online e suporte nas principais ferramentas de comunicação online, SEO e E-commerce, newsletter personalizada, gerenciamento de conteúdo e manutenção de projetos para a web, Cartões de visita, apresentações, relatórios, press releases, banners, folhetos, cartazes.

Com perfil multimídia, a Pub ON trabalha com as mídias de uma forma sustentável, trazendo aos clientes tudo o que é de melhor, simples e funcional, de acordo com as suas necessidades e objetivos, além de se posicionar de forma correta com relação aos aspectos de preservação e manutenção do meio ambiente, estimulando e respeitando sempre os padrões e normas ambientais, tal como o padrão atual W3C.

Quem faz a Pub ON

É formada por um grupo de profissionais das mais diversas áreas, entre elas a área de editoração, informática, redação e design.

Marcelo Dias

Editor e diretor de criação com formação em Letras/Língua Portuguesa, Pós-Graduação em Linguística (UFPA). Possui experiência em revisão textual e editoração de informativos acadêmicos, criação e desenvolvimento de projetos e conteúdo para web.

Sandro Markley

Diretor de Desenvolvimento Multimídia, com formação em Multimídia (IESAM), Pós-Graduação em Desenvolvimento de Aplicação para internet (UFPA). Possui experiência em gerenciamento de projetos, criação de layout e programação para web.

Thiago Fernandes

Designer Gráfico cadastrado na Associação dos Designers Gráficos do Brasil (ADG), é especialista em ilustrações gráficas e mídias publicitárias.

  • Atualmente, a Pub ON conta com alguns clientes de médio porte, realizando serviços como:
  •  Criação e desenvolvimento de websites

 Construindo ou redesenhando websites e portais corporativos sob medida, integrados às redes sociais com manutenção simplificada.

  • Editoração eletrônica de publicações

 Criando e-books (livro digital) em formato PDF e/ou ePub e convertendo publicações impressas em publicações digitais.

  • Design Gráfico

 Desenvolvendo identidades visuais corporativas e institucionais (Cartões de visita, apresentações, relatórios, press releases, banners, folhetos, cartazes).

  • SEO (Search Engine Optimization) e Soluções para E-commerce

 Reposicionando sites e melhorando o posicionamento deles nas ferramentas de buscas mais importantes, implantação de webtools e agregando soluções e-commerce (loja virtual), newsletter personalizada, gerenciamento de conteúdo e manutenção de projetos para a web.

Hoje a Pub ON dá o pontapé inicial rumo ao sucesso: o lançamento do seu site institucional. Um site direcionado à comunicação e suas vertentes digitais, visuais e tecnológicas, sempre contento o mais moderno e os mais interessantes assuntos das áreas relacionadas à comunicação, atentando sempre para a informação e conscientização do cliente sobre as necessidades de estar sempre por dentro das tendências em tecnologias e mídias sociais e digitais.

Acabou de sair do forno!!! Vamos conferir o site da Pub ON Soluções Inteligentes em Comunicação Digital. >>  http://pubon.net

Siga a Pub ON no Twitter >> @epubon  e  visite o blog http://pubon.net/blog e tire todas as suas dúvidas sobre publicações digitais e afins!

Pub ON Comunicação: Investindo em ideias e fabricando soluções!

Deixe um comentário »

Multinews: Pub ON Soluções editoriais inteligentes

A união de ideias novas, inovação e sustentabilidade são bandeiras fortes no ramo da comunicação e da internet. Sabemos que o mercado nos pede, suas necessidades, fraquezas. Compromisso, respeito e responsabilidade com meio ambiente, formam uma verdadeira corrente de sucessos. Um conceito forte, impactante e diferente de tudo que é encontrado no mercado atual.

Está chegando em Belém a Pub ON Soluções Editoriais Inteligentes. Com foco em desenvolvimento de websites em geral, promete oferecer os melhores serviços e atuar nas diversas áreas, tais como, edição de ebooks, revistas digitais e identidade visual corporativa.

Utilizando-se de equipamentos modernos e de bem com a natureza, os diferenciais desta agência virtual de comunicação além de sua equipe expert em mercado editorial, tecnologia da informação são o respeito aos padrões e normas ambientais vigentes.

Se deseja dar um upgrade, reposicionar e dar maior visibilidade à sua marca, prepare-se, pois a Pub ON está chegando para trazer sucesso ao seu negócio !!

Novas tendências em comunicação web e editorial serão lançadas em Belém nos próximos dias! Fique esperto e siga a hashtag #newsPubON e saiba tudo sobre a empresa, seu serviços e novidades do universo da internet e soluções inteligentes em comunicação.

Siga o Twitter da @epubON e conheça o blog >> http://www.pubon.net/blog/

 

 

Deixe um comentário »

Um pouco sobre a “dramática” da Língua Portuguesa

Hoje você vai ler um post muito diferente de tudo que já rolou por aqui. Eu tenho uma grande preocupação com o uso correto da gramática, mas como ninguém é de ferro, de vez enquanto vejo uns deslizes pelas redes sociais, assim como eu mesma já cometi por falta de atenção. O que me chama atenção é que alguns erros são tão comuns, coisas que passamos a vida toda lidando, mas sempre caímos no erro de escrever sem ao menos consultar algo de grande valia pra quem trabalha com redação e afins, que é o dicionário.

P.S.: Eu adoro O Bagno! Esse linguista introduziu o termo “dramática” sobre o a maneira de ensinar a LP na sala de aula.

Nossa, eu sempre consulto quando estou com dúvidas e meu preferido da internet é o.Dicionário Priberam da Língua Portuguesa

Em sites ou redes sociais de empresas, qualquer que seja o erro, ele é inadmissível. Mídias sociais trazem consigo a imagem da marca, o que ela quer passar para o público e erros gramaticais podem comprometer não só a marca, mas em tempos de redes sociais e disseminação de gafes, pode ter uma repercussão que desconstruirá completamente o andamento do sucesso de determinada empresa. Nessas horas, não há dúvida da importância de um revisor/editor, afinal ninguém quer colocar a perder tudo o que conquistou por causa de um deslize não é mesmo?

E em se tratar de perfis pessoais, o erro é ainda mais feio, pois os recrutadores estão de olho nas suas redes sociais e escrever corretamente, além de causar uma boa impressão, é sua obrigação atentar para esses detalhes.

Infelizmente, a maioria de nós foi alfabetizada de forma traumatizante e da mesma forma encara a gramática e suas regras. Essa coisa de ter a obrigação de diferenciar os vários tipos de porquês, mais, e etc, não foram nos passados de uma forma mais didática, compreensível e até prática. Fui estudante de Letras por três semestres e tenho verdadeira paixão por linguística e gramática e sei identificar muito bem as dificuldades do ensino da língua materna(adoro chamar de vernácula! rsrs), principalmente nas escolas públicas com todas as questões que nem preciso listar aqui, pois todos nós como brasileiros conscientes sabemos o que se passa nossa educação.

Mas não vamos apenas colocar a culpa nas dificuldades e traumas do ensino da gramática, vale a pena confessar que há também um grande desinteresse em se adequar à língua padrão, que estabelece limites cruciais e que na escrita deve ser seriamente respeitada, com todas suas normas e padrões estabelecidos, mas na fala tudo é liberado (oi?).

Meu pai sempre dizia que quem tem o hábito de ler, exercita não somente o intelecto, mas também as práticas gramaticais. O que significa que… ? Quando a gente lê, nosso vocabulário aumenta e também nos confrontamos com a ampliação de conhecimentos. Leitura e escrita estão diretamente ligadas no nosso processo de desenvolvimento mental!

Não adianta querer ser o expert em interpretação de textos se na hora de explicar o que leu, assistiu a pessoa se embananar pra escrever uma redação. Essa coisa de fazer redações em entrevistas de emprego é justamente pra testar a quantas anda a nossa gramática e o domínio que a gente tem sobre a nossa língua, o que deveria ser nossa obrigação. Tem que se dedicar à leitura e à produção de textos, afinal ninguém merece um comunicador sangue-suga, desses que não escreve nada e fica apenas se alimentando de textos dos outros. Acredite, por mais que você não curta escrever, compartilhe nem que seja um podcast ou vídeo falando do que você gosta, com o que você trabalha e do seu jeito, as possibilidades são diversas e o que vale é a intenção de compartilhar.

Tirando a enrolação, vamos ao que interessa: a gramática! Por favor, espero que você não tenha fechado a janela, pois a melhor parte vem agora.

Vamos fazer uma viagem ao túnel do tempo… Se imagine na quarta série agora, numa aula sobre acentuação gráfica.

Sua professora começa falando sobre a acentuação das palavras oxítonas, que são aquelas cujo acento tônico cai na última sílaba. Ela explica que TODAS as palavras oxítonas terminadas em “A”, “E” e “O”, seguidas ou não da consoante “S”.

Exemplo: Maná, café, convés, inglês, curió, pivô, sofá, atrás.

Muito esperto, você pergunta: Psora,  mas não existem apenas 3 vogais, quede o “I” e o “U”? Elas entram nessa regra?

Para as vogais “I” e “U” existe uma regra especial, que diz o seguinte:

Não devemos acentuamos as palavras oxítonas terminadas em “I” e “U”, seguida ou não de “S” caso elas venham precedidas de outras vogais, como é o caso de caju, urubu, Parati, Bauru, Abacaxi…

Se caso, elas vierem precedidas de consoantes, formando um hiato(encontro de duas vogais que pertencem a sílabas diferentes), ou seja, é quando as duas vogais formam sílabas sozinhas, aí sim deve-se acentuar a palavra.

Exemplo: Baú, Piauí, aí, país, Anhangabaú…

Deu pra relembrar essa regrinha básica da quarta série? 😀

Então, não saia por aí acentuando certos monossilábicos tônicos semelhantes ao símbolo do elemento cobre, pois sem trocadilhos e piadinhas, falando sério agora, não acentue essa palavra pelo amor de Deus!! hahaha pois a regra equivale para limar, destruir, deletar todo e qualquer acento em monossilábicos tônicos terminados em “Í” ou “Ú”, exceto se for em casos onde existam o “ÉI”, “ÉU” ou “ÓI”, seguidos ou não de “S”.

Espero que tenha sido clara e que todos possam ter entendido o que eu quis dizer.

Você pode até xingar, mas pelo menos não vai cair no mesmo erro, não é verdade?

Porque esse humilde blog também tem comprometimento com a cUltura!

Algumas sugestões de Leitura:

  • Gramática sem segredos: Lorena Menón;
  • Sofrendo a gramática: Mario Perini;
  • Gramática da Língua Portuguesa: Pasquale Cipro Neto.

 

Deixe um comentário »

Multinews: RP’s de Manaus promovem mesa redonda “A Revolução das Redes Digitais- do MIRC ao FACEBOOK”

A Equipe RPManaus, através do Blog “SOMOSRPS” e do Twitter @rpmanaus, tem como finalidade proporcionar a divulgação e difundir a profissão de Relações Públicas. O Blog conta com uma mistura de entrevistas, textos, artigos e divulgação de eventos.  Além disso, já deram entrevistas, profissionais de outros estados e acadêmicos locais, como: Ricardo Campos, Teresa Pitomba, Gilson Monteiro, Larissa Ferreira, entre outros.

MESA REDONDA- A REVOLUÇÃO DAS REDES DIGITAIS- DO MIRC AO FACEBOOK

A apresentação oficial da equipe RPMANAUS ao público vai acontecer através da primeira edição da Mesa Redonda, no mês de Julho. Há um mês os preparativos estão em andamento, para a certeza de um evento produtivo, que possa representar o pontapé inicial desse importante projeto. A proposta da realização da “MESA REDONDA- A Revolução das Redes Digitais- do Mirc ao Facebook,” é norteada pelo fato de que as pessoas utilizam a internet diariamente, permitindo que a mesma opere consideráveis transformações em sua vida.

Na programação, vamos contar com a importante presença de três palestrantes profissionais da área de Comunicação Social e Marketing:

ARNALDO ROCHA ( é Jornalista, profissional na área de Marketing, cursando pós graduação em Gestão Estratégica e Econômica de Negócios, sócio diretor da Neotrends, consultoria especializada em novas tendências, planejamento estratégico e publicitário);

CID SOARES (é Publicitário, radialista, especialista em Marketing e Gestão de Pessoas, Professor, Produtor de Comercial para Rádio e TV e empresário no ramo de agro indústria é proprietário de dois sites de compras coletivas);

JONAS JÚNIOR (é profissional de Relações Públicas, tecnólogo em Produção Publicitária e especialista em Marketing de Empresas. É sócio da Sociedade Brasileira de Ciências da Comunicação (Intercom). Atualmente, cursa o Mestrado em Ciências da Comunicação na UFAM);

A partir da discussão baseada nesses temas centrais, acredita-se que o debate sadio sobre a Revolução das Redes Digitais será promovido da forma mais democrática possível. Dialogar sobre como informações transmitidas através de 140 caracteres ou o compartilhamento de um vídeo pode construir ou destruir sua imagem ou identidade corporativa, é mais que oportuno, sobretudo nesse momento em que passamos por milhares de transformações, com uma diversidade e variações de acontecimento diretamente ligadas ou não com a comunicação social.

“Pretendemos que os participantes da Palestra saiam com um olhar mais amplo sobre a revolução das Redes Sociais”, afirma Ana Clarissa Cavalcante, mediadora do blog e organizadora do encontro.

O evento é aberto a blogueiros, tuiteiros, facebookeiros, usuários de redes sociais da internet e internautas em geral, interessados em debater sobre a Revolução das Redes Digitais.

Esta é uma oportunidade de você conhecer e ficar por dentro das redes sociais e suas revoluções durante a década de 90 até o momento.

Acontece no dia 13 de Julho (quarta-feira) às 18:30 horas, no Centro Estadual de Convivência do Idoso, no CINE TEATRO. O evento é gratuito, inscrições no dia do evento, certificado de 04 horas complementares.

 
Programação
Data: 13 de julho de 2011
18:30h Credenciamento
18:40h Abertura do evento
            Comissão Organizadora
19:00h Mesa Redonda
ARNALDO ROCHA, CID SOARES e JONAS JÚNIOR
        
 
20:00h Debate aberto para o público
20:30h Sorteio de Prêmios
20:45h Participação da Banda Bandaid (homenagem ao dia do Rock’n Roll).

Programação sujeita a alteração*

SERVIÇO: MESA REDONDA: REVOLUÇÃO DAS REDES DIGITAIS

DATA: 13 DE JULHO

HORA: ÀS 18:30 h

LOCAL: CENTRO ESTADUAL DE CONVIVÊNCIA DO IDOSO

(RUA: WILKENS DE MATOS, BAIRRO APARECIDA)

TWITTER: @rpmanaus

ENTRADA: FRANCA

INFORMAÇÕES: 8144-0171

CERTIFICADO SERÁ ENVIADO VIA E-MAIL.

2 comentários »

Ética profissional: Como sobreviver sem ela?

 

 

Em um mundo de globalização e crescimento desenfreado, a natureza humana vai sofrendo transformações sociais e morais e os valores são invertidos. As competições tornam-se cada vez mais acirradas e desleais, onde prevalece a lei do mais forte e do mais esperto.

A pressão, a preocupação de estar sempre bem colocado, a promessa de melhoria de cargo em determinada empresa, colabora para que nossas atitudes diante do mercado profissional não sejam medidas, nem muito menos refletidas, com isso, não nos damos, mas conta nossos atos podem influenciar na vida dos outros e que nossa liberdade é do tamanho da nossa responsabilidade.

Ética é um assunto bastante complicado para se tratar nos dias atuais. A cada dia é descoberto mais um caso de falta de decoro, de honestidade na política brasileira. É frustrante nos depararmos com tamanhas traições, e o pior nisso tudo é que elas vem de pessoas a quem confiamos um dos nossos maiores bens: o nosso voto.

Será que é possível ser bem sucedido profissionalmente sem ferir as normas éticas?

Segundo o consultor, palestrante e escrito Mario Persona, os profissionais do século XXI tem sérias dificuldades com relação a hierarquia, pois exige comportamento ético para com a empresa que representa, assim como diante dela e de seus clientes, fornecedores e, acima de tudo, os seus concorrentes. Mas para exigir que seus funcionários comportem-se de forma honesta e correta, logicamente que os chefes devem dar o exemplo, nem sempre é o que acontece, infelizmente, mas é questão de estímulo dentro do ambiente corporativo.

Ética vem de berço, se aprende e habitua-se a ela. Procure saber administrar essas situações diante das crianças que crescem vendo casos de corrupção, inclusive os próprios pais servem de mau exemplo ao furar uma fila na padaria. Procure sempre praticá-la e segui-la. Repasse aos seus filhos, mostre a eles o quanto é importante manter esse modo de comportamento e que ao desobedecê-lo, corremos o risco de prejudicar não somente o próprio bem estar, mas também o de toda a sociedade.

Deixe um comentário »