Multimidia Luv Life

Meu diário Multimídia

Multimídia & Neurociência: A Química da Paixão

Olá queridos leitores!! Andei um pouco sumida deste blog por conta dos milhares de trabalhos e provas. Fim de semestre é sempre uma loucura e eu fiquei sem tempo para publicações. Estou cheia de trabalhos prontos para serem publicados por aqui. Desta vez, resolvi treinar a partir de uma pesquisa que eu fiz sobre o processo químico [louco] que nossa mente e por consequência, nosso corpo sofre quando estamos apaixonados. Confesso que aprendi muito com esta pesquisa, passei a refletir sobre várias questões e principalmente comecei a entender mais o universo dos apaixonados para que eu não os critique mais, pois trata-se de alterações significativas em toda a estrutura psíquica, emocional e biológica. O corpo humano é cheio de processos químicos, mas talvez seja este o mais intrigante ao meu ver, pois essas alterações são drásticas a ponto de causar diversas atitudes e comportamentos estranhos em nós, inclusive fiquei de certa forma preocupada com o que aprendi, já que por trás da paixão obsessiva existem doenças graves de caráter psiquiátrico, tais como psicoses. Como tudo na vida tem que haver uma limitação, com a paixão não é diferente. Abordarei o lado ‘tenso’ da paixão, mas nem por isso é pra deixar de se apaixonar viu?! Paixão é boa, promove bem estar, felicidade desde que haja cuidado com os limites. Caso não gostem do que está escrito aqui, o espaço está aberto a críticas desde que haja respeito, beleza? P.S.: Se gostou comenta e se não gostou comenta também!

O PROCESSO QUÍMICO DA PAIXÃO

Segundo a neurociência, quando nos apaixonamos, nosso corpo e principalmente nosso cérebro passa por processos químicos que provocam as mais diversas sensações, inclusive alterações em nosso comportamento. São os chamados efeitos neuroquímicos que nos fazem agir de forma louca, como se estivéssemos sob efeito de drogas, tais como dopamina, oxitocina, vasopressina e feniletilamina.   Não se sabe quando e nem onde pode acontecer, numa praça, na escola, na igreja, numa festa. Não interessa. É só os olhos se tocarem que o processo começa a acontecer. Eles se olham, como se pudessem se comunicar pelo olhar, daí vem a ansiedade. As mãos começam a suar, a boca se enche de saliva. Em casa, deitado na cama, o pensamento não para, vem a insônia, falta de apetite e a vontade de não fazer nada toma conta, falta de concentração, o rendimento cai. Parece sintoma de doença. O coração fica acelerado,as mãos tremem, a face fica ruborizada e vem uma euforia desenfreada. Eita! O primeiro encontro! Os lábios ressecam e ficam em chamas, o peito fica em desespero. Depois do primeiro beijo, hum… os seios incham e o pênis aumenta de tamanho. O mundo lá fora não representa mais nada, pensamentos confusos e o corpo parece não dar conta de se sustentar. Mas além disso, não é só de bem estar que a paixão se caracteriza. A paixão atrai a fantasia e consequentemente atrai a desorientação visual, perda de memória, depressão – o choro vem quase que a todo instante, não se sabe o porque e nem pra quê; desespero em estar com a pessoa amada, preocupação excessiva, 30 ligações em menos de um dia; obsessão, se for fã de futebol esquece o dia do jogo; se for fã de shopping, abandona as compras; frio constante, borboletas no estômago, dores estomacais que simulam crises de gastrite; sensação de onipotência, alucinações, vaidade extrema, torna-se sedutor para com o outro; perde o senso crítico, a individualidade, identidade e o poder do raciocínio. Só os apaixonados, ou aqueles que já se apaixonaram um dia irão saber o que é esta sensação de bem estar, de instabilidade emocional, calmante e libertadora. Felizes são aqueles que se permitem amar, ser feliz e ser amado.

Sobre a Química da Paixão, é interessante ler também:

2 comentários »

Uma história de amor… com o Ubuntu!

O ano era 2006, eu estava saindo da adolescência quando o meu pai resolver comprar um computador pra ele. Essa notícia soou como música para os meus ouvidos, mas tive uma grande decepção assim que fui ver a “máquina” que ele havia comprado. Me deparei com um sistema operacional diferente DAQUELE que eu estava habituada a usar. O choque foi grande e eu me negava a usar o tal do linux Mandriva por vários motivos, pois pra mim tudo parecia mais difícil, complicado e o outro sistema era bem mais fácil, fora que a interface era meio esquisitinha, feinha mesmo. Não demorou muito pra meu pai também o rejeitar e trocar pelo outro OS.

Em 2009, passei no vestibular e fui estudar em uma faculdade que utilizava diversos sistemas operacionais em seus laboratórios, mas para poder entrar na internet, adivinhem qual era o sistema requisitado? O Ubuntu! No início foi aquele choque, né. Toda mudança gera uma crise até que você passa a se adaptar ao novo e depois percebe que esse novo já faz parte de você. Tudo clareou, passou a ser tão simples pra mim e tudo nele era fácil de fazer e era até bonitinho, acho que a versão era a 8.10. Definitivamente não foi paixão a primeira vista, mas foi me conquistando aos poucos e o simples fato de ser distribuição gratuita de um sistema bom, seguro e bonito, ah tipo assim, gamei!!

Não tenho um grande conhecimento em linux, me considero newbie (http://bit.ly/amAhb), mas me situo entre os 30 milhões de usuários de cansaram do tradicional e aderiram ao novo, ao sistema do futuro! Ahahaha Só um pouco bairrista,né? Então, eu sou mais uma usuária doméstica que não troca o sistema que usa por nada nesse mundo, nem por mais que alguns amiguinhos que adoram me contrariar dizendo que Ubuntu ainda não pode ser trocado pelo Win por naõ ter suporte para alguns programas tais como, ilustrator e por aí vai, mas eu defendo dizendo que brevemente isso vai fazer parte do passado, assim como foi a magnanimidade de outros sistemas. Hehehe

Antes que comecem a se perguntar o motivo pelo qual estou falando do Ubuntu nesta tarde de domingo, lhes digo que justamente hoje dia 10.10.2010 está saindo do forno a mais nova distribuição do Ubuntu, nominada de Maverick Meerkat. A versão veio com algumas novidades bacanas, mas não muitas com relação à última versão 10.4 que é a que eu uso.

VANTAGENS DE USAR UBUNTU

  • Após a instalação, o sistema já vem praticamente pronto para ser utilizado, dispensando configurações extras, ao contrário de outros sistemas existentes;
  • Vem pronto para utilizar a internet e vem com um dos maiores browsers do planeta;
  • Conta com diversos programas que facilitam a sua vida virtual, tais como gwibber, um agregador de redes sociais, feito sob medida para aqueles que não conseguem viver sem acessar seu twitter e facebook. Já o empathy, é um mensageiro instântaneo compatível com os mais diversos mensageiros;
  • já em sua parte multimídia, o sistema conta com o rithymbox, um poderoso music player e como ele é possível gerenciar suas bibliotecas e fazer as sincronizações que precisar, e tudo isso da forma mais prática possível;
  • Já na parte audiovisual, possui o totem, um gerenciador de vídeos simplérrimo e da melhor qualidade para você se divertir curtindo os prazeres da sétima arte;
  • Se você gosta de fazer edições de vídeo, mas não tem muito conhecimento e não se acha com talento para ser um cineasta, o Pitivi foi feito pra você. Com ele, é possível editar seus vídeos com a qualidade de grandes produções;
  • Suas fotos precisam de ajustes, fez aquela foto perfeita, mas seus olhinhos saíram vermelhos? Seus problemas acabaram, o ubuntu tem um programa de edição de fotos que é bastante similar ao mais famoso software para edição de fotos, com ele você gerencia suas fotos e retoca os detalhes que achar necéssário.;
  • Como se não bastasse de tanta coisa boa, o sistema ubuntu ainda lhe oferece a capacidade adicional de armazenamento gratuito, você terá 2GB para sincronizar arquivos em múltimplas estações backup que você morreria se caso, perdesse algum arquivo;
  • Sem contar que nosso amado sistema possui um dos mais utilizados pacotes office e possui compatibilidade com os variados formatos de documentos existentes;
  • Mas o melhor, eu deixei pro final. O ubuntu possui o aplicativo mais interessante do sistema, quiçá do mundo, é a Central de Programas do Ubuntu, onde é possível encontrar mais de 30.000 programas, aplicativos e plugins que estarão disponíveis a você, bastando que dê apenas um clique de mouse.

Se quiser experimentar, é só baixar DIGRÁTIS e utilizar sem bronca nenhuma. Se preferir experimentar sem compromisso, você pode testar vá em http://ubuntu.com faca o download, ame-o, adore-o e dê adeus aos vírus, que já fazem parte do passado!!

SE VOCÊ CANSOU DO CONVENCIONAL: USE UBUNTU


5 comentários »

Estamos com sede de amor!

Apesar de não gostar e não achar bacana copiar as coisas dos outros, resolvi hoje compartilhar com vocês um email muito bacana com as reflexões do meu caríssimo Arnaldo Jabor, que fala sobre a extinção dos valores, banalização do sexo e do corpo, e principalmente fala da falta que faz o sentimento mais lindo e sublime de todos, o amor. O grande Jabor, também observa que ainda há muitas pessoas que sonham encontrar alguém especial ou mesmo encontrar um amor verdadeiro, e buscam através dos mais diversos meios sair da situação de infelicidade e solidão.

Arnaldo Jabor, ao Jornal O DIA

Leia o resto desta entrada »

Deixe um comentário »