Multimidia Luv Life

Meu diário Multimídia

III Mesa Redonda do Grupo @rpmanaus está chegando! “O Papel do comunicador em meios de conflitos sociais”

Atualmente, existe uma parcialidade entre o comunicador versus a opinião pública. Baseado nisso, o Grupo RP Manaus, responsável por promover ações voltadas para comunicação social, marketing e empreendedorismo, promoverá a III Mesa redonda, abordando o tema “O Papel do comunicador em meios de conflitos sociais”, que tem como objetivo discutir de uma forma sadia sobre os conflitos através dos meios de comunicação. A mídia exerce um controle único sobre a sociedade, passando a interferir decisivamente na construção da opinião pública, mas até que ponto a mídia influencia nossas vidas? É importante questionarmos a força da comunicação como influência das atitudes da massa popular a qual atinge. A opinião pública não é inteiramente livre, pois depende dos temas valorizados pela mídia para estruturar seu comportamento, e mais especificamente para construir imagens sobre determinados assuntos ou produtos. Os meios de comunicação colaboram na construção de ideias e sugestões de cultura e na valorização da identidade, mas também acarretam noções de alienação e distanciamento da realidade em que vivem, resultando-se num processo dialético.

O evento acontecerá no dia 04 de abril, às 19 horas, no Espaço Thiago de Mello, Livraria Saraiva do Manauara Shopping, voltado para estudantes, pesquisadores, professores, empresários de diversas áreas e a sociedade em geral interessada pelo tema em questão. A entrada é franca e o evento oferecerá certificação de atividade complementar de 04 horas.                       As inscrições podem ser feitas através do blog www.rpmanaus.com. Para mais informações, entre em contato com Ana Clarissa Cavalcante, pelo número (92) 8257-7624.

Palestrantes: 

Felipe Libório – Estudante de Jornalismo e diretor de Comunicação da AIESEC em Manaus.

Inara Costa – Relações-públicas, docente da Universidade Federal do Amazonas, integrante do Grupo de Pesquisa Interfaces e voluntária da ABRH- Amazonas.

Ygor Olinto e Jefferson Coronel – Participação Especial

Siga-nos no Twitter e acompanhe o nosso blog Blog RP MANAUS

Para quem quiser relembrar os outros eventos realizados pelo RP MANAUS, seguem os links

“Mesa Redonda: Revolução das Redes Digitais: Do mIRC ao Facebook.” Blog RP Manaus

II Mesa Redonda “Empreendedorismo Digital a Nova Era do Empreendedor” no Versatil RP

Fonte: Organização

Anúncios
Deixe um comentário »

Cobertura do 2º dia do I Seminário Regional da ALAIC – Bacia Amazônica no @midiacidada2011

As rádios comunitárias configuram um novo modelo de democracia e cidadania no Brasil. Um fenômeno crescente, que veio para dar voz aqueles que, por muitas vezes são excluídos pelo poder público e que também representam um grande empecilho, atentando contra a democracia, à censura e até mesmo contra a liberdade de expressão, um dos mais importantes direitos dos seres humanos.

O segundo dia do I Seminário Regional da ALAIC – Bacia Amazônica, que foi realizado no Centro de Eventos Benedito Nunes (UFPA), iniciou-se com o Colóquio de Rádios Comunitárias. Contou com a presença de professores de diversas universidades, inclusive da Colômbia e Equador, teve também a presença de lideranças e autoridades envolvidas com Rádios Comunitárias internacionais, João Paulo Malerba, docente da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

O convidado Angelo Madson, paraense, militante, ativista e representante de veículo de radio difusão livre, contou um pouco de sua experiência, sobre as perseguições, processos que sofreu. Ele fez questão de enfatizar que o coronelismo eletrônico presente principalmente na região amazônica, dificulta todo o processo de inserção da comunidade, pois além de limitar a participação da população, mantém um monopólio da comunicação, onde grandes veículos ficam com a maior parte dos canais, promovendo o chamado oligopólio da comunicação, ou seja, os veículos poderosos querem sempre ter exclusividade, não dando espaço e nem voz ao movimento da radio difusão libertária. Angelo defende a desobediência civil como uma forma de se comunicar com a comunidade, já que as exigências das teles e órgãos regulamentadores são absurdas e extremamente burocráticas, o que o mesmo considera que o viés social da rádio comunitária deve ser respeitado e resguardado, uma forma de protestar contra o que é imposto, e que ele não considera como ilegal.

“É importante deixar claro que o termo Rádio Comunitária não existe apenas uma forma de definição, mas uma das definições mais aceitas são a facilitação do acesso a democracia através das ondas sonoras e que, principalmente produzem informação e cidadania a nível local, priorizando elementos como, ética, diálogo entre a sociedade, política, gestão pública integral e governo. Um verdadeiro desafio a ser cumprido”, finalizou o professor João Paulo Malerba.

A nível regional, as rádios comunitárias atuam como verdadeiras protagonistas de ação social, não visam lucros ou qualquer outro tipo de beneficiamento além de caracterizarem-se como meios de comunicação e informação popular, produzido, vivenciado dentro da sua realidade, sem máscaras ou manipulações. Na opinião da professora Rosane Staibrenner, os objetivos principais da iniciativa são promover informação limpa e valorizar a comunidade.

Contando com aproximadamente 300 emissoras de radio difusão livre, a Amazônia se mostra com grande potencial, mas com um dilema entre a qualidade da produção e a responsabilidades dos idealizadores e administradores dos veículos locais, devido a falta de estrutura, difícil acesso, muitos dessas rádios são os únicos meios de comunicação em diversas cidades do interior.

José Miguel Gonzalez, da Pontifícia Universidad Javeriana, na Colômbia, classifica que as rádios comunitárias, não devem ser confundidas com a pirataria, pois além de romper barreiras da comunicação e cidadania e seu forte papel social de dar voz ao povo. Esse processo de mediatização da periferia é um dos elementos chaves para o modelo de desenvolvimento social, que age de dentro para fora.

Há a preocupação com a necessidade de se promover capacitações éticas, política e responsabilidade com os gestores e demais envolvidos com rádios comunitárias. Estar diante de veículos desse porte requer preparação, equilíbrio e principalmente noção de responsabilidade, pois assim como outro veículo de comunicação, os trabalhadores e funcionários além de comunicadores, são formadores de opinião e a eles deve-se todo um trabalho de preparação diferenciada.

Deixe um comentário »

Mobilize-se e apoie o Outubro Rosa!


Foi dada a largada para as ações do movimento mundial “Outubro Rosa” , que visa chamar atenção para a triste realidade do câncer de mama e a importância do diagnóstico precoce, para poupar a vida de milhares e milhares de mulheres no mundo inteiro.

Um mês que se torna especial, pois além de divulgar a campanha, serve para tornar sérios os debates sobre a doença que corresponde a 15% das mortes por câncer entre as mulheres.

É importante divulgar e atentar para a doença durante os 12 meses do ano, porém, infelizmente a falta de informação ainda é a principal causa do agravo da doença, principalmente entre as famílias humildes que utilizam do serviço público de saúde, que sabemos todos que deixa bastante a desejar, inclusive muitas cidades brasileiras não tem o aparelho mamógrafo ou estão com peças sucateadas, com defeito, ou não atendem a demanda. O descaso também é um sério fator nesse processo.

Com relação a esta ação mundial, no ensejo de divulgar com graça, elegância e de maneira simples, as contribuições vem de toda parte. Sejam elas através de órgãos públicos que se embelezam através de iluminação rosa, nas mais diversas nuances, os seus monumentos, pontos turísticos, locais históricos, objetivando não somente mostrar a importância da luta contra o câncer, mas também é uma forma de mostrar preocupação, homenagear e dar apoio à valorização da mulher como um dos mais especiais seres.

Como se trata de um movimento popular, o Outubro Rosa conta com a participação de todos. Se você é homem e gostaria de participar, não se acanhe, preste sua homenagem e manifeste seu acolhimento à causa. A responsabilidade de divulgação e de cuidar de quem amamos é nossa, portanto entre nessa, mesmo que seja de forma anônima, ou mesmo incentivando alguém a fazer o autoexame, por exemplo.

A campanha começou dia 12 deste mês e você pode participar fazendo fotos, comentando , gerando e mobilizando ações para conscientizar suas amigas, sua namorada, mãe, avó… A melhor forma de prevenção é a divulgação, portanto, utilize o rosa e espalhe a conscientização!!

 Participe do evento no Facebook, inscreva-se no canal do Youtube e use a Fita Rosa no seu avatar do  Twitter e Facebook!                                                                                                                                                                                                

Até o Blog da PGA está participando dessa campanha!

1 Comentário »

Multinews: RP’s de Manaus promovem mesa redonda “A Revolução das Redes Digitais- do MIRC ao FACEBOOK”

A Equipe RPManaus, através do Blog “SOMOSRPS” e do Twitter @rpmanaus, tem como finalidade proporcionar a divulgação e difundir a profissão de Relações Públicas. O Blog conta com uma mistura de entrevistas, textos, artigos e divulgação de eventos.  Além disso, já deram entrevistas, profissionais de outros estados e acadêmicos locais, como: Ricardo Campos, Teresa Pitomba, Gilson Monteiro, Larissa Ferreira, entre outros.

MESA REDONDA- A REVOLUÇÃO DAS REDES DIGITAIS- DO MIRC AO FACEBOOK

A apresentação oficial da equipe RPMANAUS ao público vai acontecer através da primeira edição da Mesa Redonda, no mês de Julho. Há um mês os preparativos estão em andamento, para a certeza de um evento produtivo, que possa representar o pontapé inicial desse importante projeto. A proposta da realização da “MESA REDONDA- A Revolução das Redes Digitais- do Mirc ao Facebook,” é norteada pelo fato de que as pessoas utilizam a internet diariamente, permitindo que a mesma opere consideráveis transformações em sua vida.

Na programação, vamos contar com a importante presença de três palestrantes profissionais da área de Comunicação Social e Marketing:

ARNALDO ROCHA ( é Jornalista, profissional na área de Marketing, cursando pós graduação em Gestão Estratégica e Econômica de Negócios, sócio diretor da Neotrends, consultoria especializada em novas tendências, planejamento estratégico e publicitário);

CID SOARES (é Publicitário, radialista, especialista em Marketing e Gestão de Pessoas, Professor, Produtor de Comercial para Rádio e TV e empresário no ramo de agro indústria é proprietário de dois sites de compras coletivas);

JONAS JÚNIOR (é profissional de Relações Públicas, tecnólogo em Produção Publicitária e especialista em Marketing de Empresas. É sócio da Sociedade Brasileira de Ciências da Comunicação (Intercom). Atualmente, cursa o Mestrado em Ciências da Comunicação na UFAM);

A partir da discussão baseada nesses temas centrais, acredita-se que o debate sadio sobre a Revolução das Redes Digitais será promovido da forma mais democrática possível. Dialogar sobre como informações transmitidas através de 140 caracteres ou o compartilhamento de um vídeo pode construir ou destruir sua imagem ou identidade corporativa, é mais que oportuno, sobretudo nesse momento em que passamos por milhares de transformações, com uma diversidade e variações de acontecimento diretamente ligadas ou não com a comunicação social.

“Pretendemos que os participantes da Palestra saiam com um olhar mais amplo sobre a revolução das Redes Sociais”, afirma Ana Clarissa Cavalcante, mediadora do blog e organizadora do encontro.

O evento é aberto a blogueiros, tuiteiros, facebookeiros, usuários de redes sociais da internet e internautas em geral, interessados em debater sobre a Revolução das Redes Digitais.

Esta é uma oportunidade de você conhecer e ficar por dentro das redes sociais e suas revoluções durante a década de 90 até o momento.

Acontece no dia 13 de Julho (quarta-feira) às 18:30 horas, no Centro Estadual de Convivência do Idoso, no CINE TEATRO. O evento é gratuito, inscrições no dia do evento, certificado de 04 horas complementares.

 
Programação
Data: 13 de julho de 2011
18:30h Credenciamento
18:40h Abertura do evento
            Comissão Organizadora
19:00h Mesa Redonda
ARNALDO ROCHA, CID SOARES e JONAS JÚNIOR
        
 
20:00h Debate aberto para o público
20:30h Sorteio de Prêmios
20:45h Participação da Banda Bandaid (homenagem ao dia do Rock’n Roll).

Programação sujeita a alteração*

SERVIÇO: MESA REDONDA: REVOLUÇÃO DAS REDES DIGITAIS

DATA: 13 DE JULHO

HORA: ÀS 18:30 h

LOCAL: CENTRO ESTADUAL DE CONVIVÊNCIA DO IDOSO

(RUA: WILKENS DE MATOS, BAIRRO APARECIDA)

TWITTER: @rpmanaus

ENTRADA: FRANCA

INFORMAÇÕES: 8144-0171

CERTIFICADO SERÁ ENVIADO VIA E-MAIL.

2 comentários »

Multinews: Ajuntaê e Transparência Hacker no Transparência HackDay Campinas

Neste fim de semana, lá na sede do Coletivo Ajuntaê, o pessoal daComunidade Transparência Hacker vai se reunir pro tradicional, embora esporádico, Transparência Hackday. É um evento de dois dias, uma espécie de maratona em que lidamos com dados públicos (não necessariamente governamentais) e fazemos aplicativos divertidos, úteis e simples de fazer, como por exemplo o Jogo da Vida do Proceso Legislativo, o SAC SP e oOtoridades.

O objetivo é aproveitar dados já publicados, em qualquer formato, para produzir aplicativos interessantes. Um exemplo seria pegar a lista de presença que a câmara municipal de São Paulo está disponibilizando e fazer um app tipo ohttp://isitchristmas.com só que com a questão meu vereador foi trabalhar? Existem muitos outros conjuntos de dados trabalháveis, diversos levantados pela comunidade lá na lista e outros que estão sendo levados por coletivos aqui da cidade.

Acredito que existem diversas coisas que podem ser legais de trabalhar em Campinas. Desde procurar e reclamar por dados públicos da Prefeitura, que evitem outro fiasco como a corrupção na Prefeitura, até dados que sejam apropriáveis pelos diversos movimentos aqui de Campinas, como mapas colaborativos de violência contra travestis, catálogos colaborativos de cursinhos populares, material colaborativo no estilo wikilivro pra esses cursinhos, etc.

Não precisa, claro, ser desenvolvedor pra ajudar. Não apenas tem a enorme demanda por designers, como também tem a demanda por construir conteúdo bom e divulgar pelas redes sociais, fazendo os projetos terem atenção devida, tanto pra coletar casos como pra levar a informação até quem precisa saber dela, como os orgãos públicos. Além disso, muitos desses projetos exigem conhecimento do assunto, seja ele urbanismo, sociologia, legislação, antropologia ou culinária.

A atividade começa no sábado, perto do meio dia, quando o ÔnibusHacker Beta chegar, almoçamos e começamos a apresentar e brainstormar projetos. Depois nos organizamos em grupos e vamos codando, pizzando e cervejando até domingo à tarde, quando apresentamos nossos projetos ao mundo e aproveitamos o trabalho do ajuntaê curtindo o som da banda Festenkois na casa.

Além disso, durante toda a tarde de domingo, haverá um espaço de trocas onde todos que comparecerem poderão trazer objetos para serem trocados (CD’s, camisetas, DVD’s, quadros, etc): é o Domingo Feira! E junto ao espaço de troca, também estará a já tradicional banquinha do Ajuntaê com muito material de artistias independentes de todo o país!

Inscrevam-se clicando no link abaixo. É free, bring-your-own-beer, considere a vaquinha pras pizzas e traga cobertor/colchão se for dormir!

https://spreadsheets.google.com/spreadsheet/viewform?formkey=dDN2cWJaY3ZHbHdvQWtJRzJhZ1dwLUE6MA

Quando: 9 e 10 de Julho de 2011

Horário: Ônibus saindo da Casa da Cultura Digital no sábado às 10:30am
=> Atividades da 13h de Sábado às 17h de Domingo em Campinas

Onde:Saída do ônibus na Casa da Cultura Digital, Atividades na sede do Coletivo Ajuntaê em Campinas
=> Rua professor Luiz Cerqueira Monteiro, 45 (próximo ao estádio da Ponte Preta)

Fonte: Blog da Esfera

Deixe um comentário »