Multimidia Luv Life

Meu diário Multimídia

Multimidia & Sociologia Visual

Quando se tem mais de uma área de interesse, convém-se fazer uma junção não é mesmo. Eu adoro o estudo sociológico e adoro a forma de pensar em cada situação do cotidiano. Após a leitura de um trecho do livro SOCIOLOGIA DA FOTOGRAFIA E DA IMAGEM, de José de Souza Martins, resolvi escrever um breve ensaio da concepção do papel exercido pela fotografia dentro do estudo sociológico. Adoro fotografar e adoro a forma como essa arte consegue intervir em nossas vidas. A cada click, emoções são registradas, memórias são eternizadas, mas esse pensar na fotografia vai além de clicar, é mais profundo do que isso. É uma mágica, uma sensação que temos, é como se estivessemos registrando todos os sentimentos e emoções em um pedaço de papel que singnifica muito mais que isso, é como uma máquina do tempo. É como se vivenciássemos aquilo tudo ao se deparar com o registo palpável daquilo que foi vivido.

Espero sinceramente poder passar de forma mais objetiva possível que o ato de fotografar significa bem mais do que pensamos e espero que possam entender a minha mensagem!

Qual o papel da fotografia para a sociologia??

Hoje em dia o ato de fotografar ficou banalizado, perdeu sua essência original que é caracterizada pelo registro de fotos memoráveis, que transpõem a emoção de um momento único vivido. A fotografia é um recurso de memória, mas esta essência se perde ao substituir-se o fotografado por algo manipulado, quer seja humano ou objeto, assim assumindo uma nova personalidade que não condiz com o real e o descaracteriza.
Para a sociologia, a fotografia ainda não possui um registro definitivo no que diz respeito aos meios de observação e registro das realidades sociais, mas isso não a impede de que alguns ramos da fotografia possam acrescentar algo a sociologia, tais como fotojornalismo, e estes acrescentam para com a indagação sociológica, já que a câmera fotográfica nos permite enxergar além da lente, nos trazendo a oportunidade de vivenciar aquele momento que se tornou eterno e que antes pertencia somente ao universo do fotógrafo e agora é compartilhado com todos.
A partir da fotografia, é retratada a realidade de diversas comunidades e sua cultura, nos trazendo conhecimento objetivo através das imagens e dependendo da conveniência do que quem está por detrás da câmara queira nos mostrar, pode-se dar acesso tanto ao real quanto ao irreal.
Este recurso de observação de técnica de pesquisa se perdeu após a sociologia abandonar a objetividade e começou a utilizar-se de técnicas não tão precisas para o estudo das realidades sociais e suas estruturas fazendo com que estas incertezas provocasse crises.
Dramaturgias sociais passaram a ser mais importantes e influenciaram em uma nova concepção cultura, nosso modos de ser começaram a ser concebidos.

Qual o papel da fotografia para a sociologia??
Hoje em dia o ato de fotografar ficou banalizado, perdeu sua essência original que é caracterizada pelo registro de fotos memoráveis, que transpõem a emoção de um momento único vivido. A fotografia é um recurso de memória, mas esta essência se perde ao substituir-se o fotografado por algo manipulado, quer seja humano ou objeto, assim assumindo uma nova personalidade que não condiz com o real e o descaracteriza. Para a sociologia, a fotografia ainda não possui um registro definitivo no que diz respeito aos meios de observação e registro das realidades sociais, mas isso não a impede de que alguns ramos da fotografia possam acrescentar algo a sociologia, tais como fotojornalismo, e estes acrescentam para com a indagação sociológica, já que a câmera fotográfica nos permite enxergar além da lente, nos trazendo a oportunidade de vivenciar aquele momento que se tornou eterno e que antes pertencia somente ao universo do fotógrafo e agora é compartilhado com todos. A partir da fotografia, é retratada a realidade de diversas comunidades e sua cultura, nos trazendo conhecimento objetivo através das imagens e dependendo da conveniência do que quem está por detrás da câmara queira nos mostrar, pode-se dar acesso tanto ao real quanto ao irreal. Este recurso de observação de técnica de pesquisa se perdeu após a sociologia abandonar a objetividade e começou a utilizar-se de técnicas não tão precisas para o estudo das realidades sociais e suas estruturas fazendo com que estas incertezas provocasse crises. Dramaturgias sociais passaram a ser mais importantes e influenciaram em uma nova concepção cultura, nosso modos de ser começaram a ser concebidos.

EXEMPLOS DE SOCIOLOGIA VISUAL

1 Comentário »

Multimídia & Concursos: Divulgados e premiados em Brasília os vendedores do Concurso Olhares sobre a Água e o Clima

Há um mês e pouco atrás, divulguei aqui no blog o concurso “Olhares sobre a Água e o Clima” que foi promovido pelo banco HSBC juntamente com WWF – Brasil e Agência Nacional de Águas (ANA). Saiu o resultado!!!

Os oito vencedores do I Concurso de Foto e Vídeo “Olhares sobre a Água e o Clima”, foram  a Brasília, no dia 13 de agosto, para receber seus prêmios. Tratam-se dos autores dos trabalhos classificados em primeiro e segundo lugares de cada categoria do concurso – fotos em alta definição, imagens de baixa definição ou celular, vídeos em alta e em baixa resolução. Os outros classificados receberão seus prêmios em casa. A cerimônia de premiação foi realizada na sede da ANA, às 17h, com a participação de representantes das instituições organizadoras do evento.

Os primeiros colocados de cada categoria receberam um troféu do concurso, um kit dos promotores e uma viagem de quatro dias a Bonito (MS), que inclui passeios na região. Os segundos e terceiros colocados de cada categoria, por sua vez, receberam um troféu do concurso e um kit dos promotores. Os quartos e quintos colocados serão premiados com troféu de participação no concurso.

Aproximadamente 3.300 trabalhos concorreram em quatro categorias. O objetivo principal do Concurso foi promover a reflexão sobre as questões envolvendo a água e as mudanças climáticas, a necessidade de conservação e sobre a relação do homem com os elementos da natureza.  Esta foi a forma escolhida pelos organizadores para contribuir com a Década da Água, estabelecida pela Organização das Nações Unidas, iniciada em 2005 e que segue até 2015.

A primeira etapa da seleção dos trabalhos vencedores foi feita por votação popular via internet. Em seguida, as fotos e os vídeos votados pelos internautas foram submetidos à avaliação de uma comissão julgadora composta por especialistas de meio ambiente, membros das instituições promotoras e profissionais de foto e vídeo.

Fonte: Site WWF – Brasil

1 Comentário »

Multimídia & Eventos: Inscrições abertas para a Mostra Cinema e Direitos Humanos

A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República com produção da Cinemateca Brasileira abriu inscrições até o dia 2 de agosto para a 5ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul – será dedicado a obras com intuito de abordar questões sobre os direitos humanos na América do sul. A mostra ficará em exibição do dia 8 de novembro até 15 de dezembro e percorrerá 20 cidades do Brasil: Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, João Pessoa, Maceió, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio Branco, Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo, São Luis e Teresina.

Para serem selecionadas, as obras deverão ter sido realizadas em países sul americanos, e ter sido finalizadas a partir do ano de 2007 e com conteúdo que contemple os Direitos Humanos. Não há restrição quanto a duração, gênero ou suporte de captação/finalização do material, é importante salientar que as cópias deverão ser enviadas em formato de DVD e conter sinopse, foto, ficha técnica e contato a ser enviado para:

5ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul
Cinemateca Brasileira
Endereço: Largo Senador Raul Cardoso, 207, São Paulo/SP
CEP: 04021-070
Mais informações: (11) 3512.6102 ou pelo e-mail contato@cinedireitoshumanos.org.br
O regulamento e a ficha de inscrição podem ser encontrados através do site: http://www.cinedireitoshumanos.org.br/

Os vencedores das obras mais votadas pelo público de cada categoria – longa, média e curta-metragem – levarão o Prêmio Aquisição TV Brasil.

Deixe um comentário »