Multimidia Luv Life

Meu diário Multimídia

Multimídia & Beleza: Uma grande parceria

Enfim, férias!!

Olá queridos leitores!Foram dois longos e sofridos meses sem a atualização deste Diário Multimedia. Mil trabalhos, provas e a falta de tempo me impediam de sentar e escrever, mas agora que estou de férias, vou me dedicar mais ao blog e prometo atualizações  mais constantes!!

O post de hoje, “nasceu” depois de umas reflexões sobre o que na verdade é a definição da beleza verdadeira e o que motiva muitas pessoas a buscarem a perfeição da aparência através de infinitos tratamentos estéticos, acessórios, roupas e etc.

Ahh, vou deixar de leseira e começar logo o texto!

rsrsrssrsrsrs

Acessórios e Elementos


A mulher, símbolo máximo da beleza sob todos os aspectos – vez que é responsável essencial pelo surgimento da raça humana -, somente há algum tempo atrás passou a ser valorizada não só por ser mulher, tendo em vista a evolução dos pensamentos que se cultivava a seu respeito. Há algum tempo foi considerada como veículo reprodutor, assumindo o papel apenas de mulher, companheira, mãe e assim jamais tendo seus mais legítimos valores apreciados com a atenção que merecem e sempre mereceram. Segundo antigos comportamentos machistas, deveriam figurar como submissas aos desmandos patrocinados pela ignorância dos homens.

A mulher começa a ser notada como elemento de grande importância social a partir do século XVIII,   (em plena Revolução Industrial), quando surgem as primeiras manifestações feministas, onde, àquela época, percebeu-se que a mulher serviria como grande ajuda na produção de objetos manufaturados, contribuindo assim enormemente para o aumento da economia. Claro que foram, discriminadas e exploradas, tendo em vista que sua jornada de trabalho era a mesma, embora seus ganhos salariais fossem inferiores aos dos homens. Essa prática ainda é observada em muitos países, notadamente na Ásia.

Vemos nos dias atuais que esse paradigma de que a mulher é sexo frágil está completamente ultrapassado, e que comprovadamente a figura da mulher está presente em todos os segmentos profissionais, onde se observa que ela é tão ou quem sabe, mais capaz que o homem, pois desempenha com desenvoltura e competência qualquer função que este venha executar.

O que acontece é que poucos se preocupam com a aparência da mulher no mercado de trabalho, salvo quando a beleza é enfatizada como de importância essencial para que suas funções tenham a eficácia desejada, a exemplo de recepcionistas, comissárias de bordo e tantas outras ocupações que exigem que a mulher esteja permanentemente bem apresentável e isso inclui, certamente, o uso de acessórios e elementos indispensáveis como perfumes, cosméticos, bijuterias e jóias, além de vestuário padrão ou variado, porém, sempre atual  elegantes e sofisticados. Certamente que esses gastos ditos como essenciais e necessários para que determinadas mulheres possam atuar em seu campo de trabalho não são adicionados aos seus salários.

A indústria cosmetológica está frequentemente empregando grupos de cientistas e pesquisadores objetivando a utilização de produtos naturais, principalmente os extraídos da flora amazônica para a criação de inovadores produtos exclusivamente direcionado à beleza feminina, e da mesma forma comportam-se as indústrias da moda e de acessórios, essas, também com a preocupação de utilizarem produtos naturais e minerais que de certa forma apresentam um apelo a não exploração do meio ambiente.

Diante disso, concluímos que a mulher moderna, muitas delas com dupla jornada de trabalho, já que são esposas, mães e profissionais em suas respectivas áreas de atuação, necessitam desses elementos e acessórios, pois, certamente eles as ajudam a manter sua beleza e auto-estima em evidência afinal, beleza é para todas e sempre por trás dessa beleza existe sempre dois minutinhos de cuidado diário.

1 Comentário »