Multimidia Luv Life

Meu diário Multimídia

Netnografia: um raio x do consumidor 2.0

Publicado originalmente no site Papos na Rede

 

Netno o quê????

Netnografia é um um estudo, pesquisa qualitativa que visa colher dados e informações sobre consumo e comportamento de indivíduos nas comunidades virtuais. Originou-se no campo da Antropologia e consiste em conectar o pesquisador ao ambiente do pesquisado para assim poder coletar dados extraídos com a participação e observação cultural com relação às comunidades e seu dia a dia, ou seja, incluir ação/participação online, com as comunidades na web, assim, tornando-se um elemento importante dentro da cultura.

Durante sua participação no @paposnarede, Tati Tosi explicou diversas facilidades da web 2.0, deu ênfase à cultura de compartilhamento, o que facilita muito mais a captação dos dados, mapas mentais da pesquisa netnográfica, pois trata-se de milhões e milhões de pessoas compartilhando, criando conteúdos e postando nas diversas redes.

Outro fato interessante que Tati destacou é justamente o pioneirismo deste tipo de pesquisa, pois o mesmo ainda não se encontra presente no nosso país por questão de nosso mercado, infelizmente ainda ter uma mentalidade que não permite arriscar em termos de pesquisas aprofundadas sobre interação de indivíduos nas redes, limitando-se a apenas traçar mensurações de dados, não se atentando para as questões que acompanham as mudanças no cotidiano das pessoas, bem como elas pensam, agem , apreciam, aprendem, estudam, ou melhor, não se dedicam a pesquisar o marketing orientado aos fenômenos sociais.

É fato que este tipo de estudo precisa ser difundido largamente entre as organizações de comunicação, pois permite ir além da pesquisa atual, imagina o quanto deve ser bacana desenvolver e pensar estratégias focadas nas atitudes e interesses das pessoas?

Se você pensar que isso já vem acontecendo, de fato vem, mas a netnografia é a mais nova ciência do marketing! Entender o consumidor, os benefícios que coisas simples como a água pode mudar muito a vida das pessoas, assim como descobriu a empresa Danone ao investir em pesquisa netnográfica.

pesquisa netnográfica revela uma revolução de estudo de marca, consumidor, estratégia e tem tudo para ser tendência no Brasil, pois em nosso mercado existem muitos profissionais habilitados, já que para adentrar no universo deste tipo de pesquisa, precisa ter um pé entre a comunicação e a sociologia, que acredito que nosso país tem de sobra,mas também por ser uma técnica que se for feita de forma correta e ética pode gerar resultados muito bons e estreitar laços entre empresas/organizações e o consumidor, detectando onde está acertando, onde não está bom e onde pode melhorar.

 

Anúncios
Deixe um comentário »

Multimidia & Sociologia Visual

Quando se tem mais de uma área de interesse, convém-se fazer uma junção não é mesmo. Eu adoro o estudo sociológico e adoro a forma de pensar em cada situação do cotidiano. Após a leitura de um trecho do livro SOCIOLOGIA DA FOTOGRAFIA E DA IMAGEM, de José de Souza Martins, resolvi escrever um breve ensaio da concepção do papel exercido pela fotografia dentro do estudo sociológico. Adoro fotografar e adoro a forma como essa arte consegue intervir em nossas vidas. A cada click, emoções são registradas, memórias são eternizadas, mas esse pensar na fotografia vai além de clicar, é mais profundo do que isso. É uma mágica, uma sensação que temos, é como se estivessemos registrando todos os sentimentos e emoções em um pedaço de papel que singnifica muito mais que isso, é como uma máquina do tempo. É como se vivenciássemos aquilo tudo ao se deparar com o registo palpável daquilo que foi vivido.

Espero sinceramente poder passar de forma mais objetiva possível que o ato de fotografar significa bem mais do que pensamos e espero que possam entender a minha mensagem!

Qual o papel da fotografia para a sociologia??

Hoje em dia o ato de fotografar ficou banalizado, perdeu sua essência original que é caracterizada pelo registro de fotos memoráveis, que transpõem a emoção de um momento único vivido. A fotografia é um recurso de memória, mas esta essência se perde ao substituir-se o fotografado por algo manipulado, quer seja humano ou objeto, assim assumindo uma nova personalidade que não condiz com o real e o descaracteriza.
Para a sociologia, a fotografia ainda não possui um registro definitivo no que diz respeito aos meios de observação e registro das realidades sociais, mas isso não a impede de que alguns ramos da fotografia possam acrescentar algo a sociologia, tais como fotojornalismo, e estes acrescentam para com a indagação sociológica, já que a câmera fotográfica nos permite enxergar além da lente, nos trazendo a oportunidade de vivenciar aquele momento que se tornou eterno e que antes pertencia somente ao universo do fotógrafo e agora é compartilhado com todos.
A partir da fotografia, é retratada a realidade de diversas comunidades e sua cultura, nos trazendo conhecimento objetivo através das imagens e dependendo da conveniência do que quem está por detrás da câmara queira nos mostrar, pode-se dar acesso tanto ao real quanto ao irreal.
Este recurso de observação de técnica de pesquisa se perdeu após a sociologia abandonar a objetividade e começou a utilizar-se de técnicas não tão precisas para o estudo das realidades sociais e suas estruturas fazendo com que estas incertezas provocasse crises.
Dramaturgias sociais passaram a ser mais importantes e influenciaram em uma nova concepção cultura, nosso modos de ser começaram a ser concebidos.

Qual o papel da fotografia para a sociologia??
Hoje em dia o ato de fotografar ficou banalizado, perdeu sua essência original que é caracterizada pelo registro de fotos memoráveis, que transpõem a emoção de um momento único vivido. A fotografia é um recurso de memória, mas esta essência se perde ao substituir-se o fotografado por algo manipulado, quer seja humano ou objeto, assim assumindo uma nova personalidade que não condiz com o real e o descaracteriza. Para a sociologia, a fotografia ainda não possui um registro definitivo no que diz respeito aos meios de observação e registro das realidades sociais, mas isso não a impede de que alguns ramos da fotografia possam acrescentar algo a sociologia, tais como fotojornalismo, e estes acrescentam para com a indagação sociológica, já que a câmera fotográfica nos permite enxergar além da lente, nos trazendo a oportunidade de vivenciar aquele momento que se tornou eterno e que antes pertencia somente ao universo do fotógrafo e agora é compartilhado com todos. A partir da fotografia, é retratada a realidade de diversas comunidades e sua cultura, nos trazendo conhecimento objetivo através das imagens e dependendo da conveniência do que quem está por detrás da câmara queira nos mostrar, pode-se dar acesso tanto ao real quanto ao irreal. Este recurso de observação de técnica de pesquisa se perdeu após a sociologia abandonar a objetividade e começou a utilizar-se de técnicas não tão precisas para o estudo das realidades sociais e suas estruturas fazendo com que estas incertezas provocasse crises. Dramaturgias sociais passaram a ser mais importantes e influenciaram em uma nova concepção cultura, nosso modos de ser começaram a ser concebidos.

EXEMPLOS DE SOCIOLOGIA VISUAL

1 Comentário »